Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

JOSÉ CALENGI, MANTÉM OS NÍVEIS DE CONFIANÇA E ASSEGURA QUE O EXECUTIVO VAI REALIZAR O COMPROMISSO DE ANGOLANO E DO PAÍS

Exclusivo : Falta de logística hábil e equipamento operacional tornam o adiamento de Canso Angola 2024 A falta da logística suficiente e equipamento operacional nomeadamente,...
HomeNOTÍCIASCULTURACasos de feitiçaria Dj Tafinha quebra a cara do seu Pai

Casos de feitiçaria Dj Tafinha quebra a cara do seu Pai

O músico e produtor angolano DJ Tafinha (Carvalho Júnior) partiu a cara do seu próprio pai por alegada prática de feitiçaria por parte deste último. DJ Tafinha sovou, humilhou e escalavrou o homem que o gerou. Agora com a “cara partida” e escoriações de toda a sorte, o homenzinho está no leito de um hospital a lutar entre a vida e a morte, alimentando-se por meio de uma palhinha.

Faz-me mossa o facto de a Sociedade angolana não se indignar perante este acto de brutalidade pura e dura perpetrado por uma figura pública contra o próprio pai. O silêncio cúmplice da Sociedade implica pensar que é perfeitamente normal, agora, os filhos irem às “fuças” dos pais. Ninguém se levanta. Ninguém diz nada. E, para alguns, está tudo certo!

Para mim não está certo. Nem um pouco mais menos. Quem espanca o seu próprio pai ou a mãe, bom sujeito não é. E o DJ Tafinha não só é um mau sujeito, como também é um perigo para a sociedade. DJ Tafinha é rebelde. É contumaz e indócil. É um delinquente.

Quem dá no “focinho” do próprio pai não pode ser um bom cidadão. Quem espanca a sua mãe não pode ser um bom marido ou um bom pai. Quem não respeita o seu próprio pai ou mãe , não tem como respeitar as leis vigentes no País. Quem espanca o seu próprio pai ou mãe, não tem como respeitar os símbolos da República.

Quem parte a cara do seu próprio pai, tem coragem de sair a rua e enfiar um balázio na “mona” de qualquer um de nós como se de um sicário frio e calculista se tratasse.

O DJ Tafinha deveria ser banido pela Sociedade. Os seus trabalhos deveriam ser recusados. Não deveria ser contratado por mais ninguém até ele retratar-se publicamente pelo que fez ao seu próprio pai. DJ Tafinha escolachou o pai. Independentemente das razões, está, literalmente, errado. Não está certo. A culpa também é do seu pai que, se calhar, não o soube orientar moral e eticamente.

DJ Tafinha é imerecedor do ar que respira e muito menos do chão que pisa. Não merece o nosso respeito e consideração. O seu acto deveria merecer a repulsa de todos nós. Aliás, as Sagradas Escrituras têm uma explicação sobre quem desrespeita os pais: “Quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe deverá morrer. Visto que amaldiçoou seu pai ou sua mãe, seu sangue cairá sobre ele mesmo”.

Culpado dessa rebeldia de DJ Tafinha é o próprio pai que teria evitado a sua vinda ao mundo se tivesse usado um preservativo quando cortejou a sua consorte. Culpada é a mãe dele que, no período de gestação, não tomou uma boa dose forte de “Quinino” para que abortasse a vinda de DJ Tafinha ao mundo.

Para finalizar, lamento o sucedido e desejo às melhoras para a vítima de Tafinha, o DJ que está a bater…o próprio pai!