Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Camarões: lésbica, Brenda Biya revela sua homossexualidade

Nos Camarões, o jornalista e denunciante Remy Ngono expõe a orientação sexual da filha do presidente camaronês Brenda Biya. Esta última seria lésbica segundo...
HomeDESPORTOCamarões: Samuel Eto'o renuncia sua nacionalidade "fugindo de Camarões de acordo com...

Camarões: Samuel Eto’o renuncia sua nacionalidade “fugindo de Camarões de acordo com um filho de Biya”

Poucas horas após o lançamento de um comunicado de imprensa de Fécafoot anunciando a nomeação por Samuel Eto’o de uma nova equipe do Lions, o filho de Paul Biya, Gilbert Baongla, anunciou a fuga do ex-capitão dos Leões Indomáveis.

“Boa noite, queridos republicanos. Está confirmada a vaga à frente da presidência da Federação Camaronesa de Futebol (Fécafoot). O pequeno Samuel Eto’o, em fuga com o seu pedido de asilo na mala, está absolutamente comprometido com o seu novo estatuto de refugiado ligado aos seus actos de predação dos activos financeiros da Fécafoot. Georgette Eto’o em lágrimas… Uma boa noite aos seus cúmplices…

Confirmo que ele está na França neste momento. O crepúsculo dos canalhas de Fécafoot está confirmado”, escreve o autoproclamado filho de Biya.

Uma mão de ferro

A batalha entre a Federação Camaronesa de Futebol (Fécafoot) e o Ministério do Desporto e da Educação Física durou apenas algumas semanas. Parte do assunto já está resolvido. O consenso foi alcançado no último minuto sobre alguns pontos. Marc Brys fica. Mas o mesmo não pode ser dito dos colaboradores de Brys. Fécafoot quer passar sem eles.

Num comunicado de imprensa da Fécafoot, podemos ler o seguinte:

“No ano de dois mil e vinte e quatro, e no dia 8 de Maio, realizou-se por videoconferência uma sessão do Comité de Emergência da Federação Camaronesa de Futebol, a convite do seu presidente, Sr. )

Foram incluídos na ordem do dia os seguintes pontos: 1- A designação dos membros da estrutura de gestão técnica e administrativa da selecção nacional masculina “A” dos Camarões, Os Leões Indomáveis. 2- Exame da Convenção Minsep/Fécafoot de 5 de fevereiro de 2015. Alcançado o quórum, o Comitê de Emergência do Fécafoot pôde deliberar validamente de acordo com o disposto nos artigos 40, parágrafo 11 e 49 dos Estatutos do Fécafoot.

Após análise dos pontos da ordem do dia, o Comité de Emergência (…) por unanimidade dos seus membros e sob proposta do presidente da Fécafoot decide sobre a nomeação dos membros da estrutura de gestão da selecção nacional masculina “A” dos Camarões “O Leões Indomáveis” da seguinte forma: Seletor de treinador: Sr. Marc Brys assistido >> pelo Sr. Joachim Mununga e Sr. Giannis Xilouris (analista de vídeo)…”

Outras pessoas também foram nomeadas.