Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Mulher de 49 anos suspeita de queimar sobrinha

A Polícia Nacional em Luanda deteve, no Distrito da Camama, município de Talatona, uma mulher, de 49 anos, por supostamente ter queimado a sobrinha,...
HomeNOTÍCIASCRIMESIC deteve os suspeitos elementos acusados de matar funcionária da AGT à...

SIC deteve os suspeitos elementos acusados de matar funcionária da AGT à frente dos filhos – Vítima era sobrinha de José Eduardo dos Santos

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve dois suspeitos de envolvimento no homicídio da funcionária da Administração Geral Tributária (AGT) à frente dos seus filhos menores no dia 26 de Abril último, no bairro Bita Vacaria, distrito urbano do Kikuxi, município de Viana.

Os indivíduos, dois jovens de 20 e 22 anos, foram apresentados publicamente esta segunda-feira, 06, pelo SIC, onde foi confirmado ainda que a vítima era sobrinha do antigo Presidente José Eduardo dos Santos.

O SIC confirmou ainda que o autor do tiro mortal de Carolina dos Santos Cardoso foi morto no mesmo dia pela população quando tentava fugir de uma perseguição popular.

Recorde-se que este homicídio deixou muitas dúvidas no ar porque os indivíduos que mataram a antiga funcionária da AGT e sobrinha de José Eduardo dos Santos não levaram nenhum do seus pertences.

A detenção destes dois jovens acorreu após a investigação policial, pois, segundo o porta-voz do SIC, superintendente-chefe Manuel Halaiwa, os mesmos tinham praticados assaltos no mesmo dia a outras vítimas, que não resultaram em óbitos.

O porta-voz do SIC conta que os acusados são funcionários de uma empresa privada de segurança e pertenciam a uma associação criminosa que diariamente fazia assalto naquele perímetro antes de irem para o trabalho.

Manuel Halaiwa confirmou que os dois suspeitos são apenas participante do assalto, pois o autor do disparo mortal da funcionária da Administração Geral Tributária acabou morto no local pela população.

“O executor da senhora, ao se retirar do local, caiu da moto e foi morto por populares, um grupo de motoqueiros, que o perseguiam”, descreveu.

Entre os dois acusados, um é o motorista da motorizada que dava cobertura aos marginais e outro é o receptador de telemóveis que o grupo roubava das pessoas.

A vítima foi Carolina dos Santos Cardoso, sobrinha do antigo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, filha de Avelino dos Santos.

O Novo Jornal soube que o assassinato de Carolina dos Santos Cardoso abalou a família dos Santos, conforme os pronunciamentos de Tchizé dos Santos, filha de JES, que se mostrou consternada nas redes sociais.

Carolina dos Santos Cardoso era funcionária da AGT e foi a enterrar no dia 30 de Abril.

Durante a apresentação dos marginais, nenhum familiar de JES se fez presente no comando municipal de Viana da Polícia Nacional, onde decorreu apresentação dos mesmos, à imprensa.