Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Amnistia Internacional exige respeito ao direito de protestos em Luanda

A Amnistia Internacional lembra que as autoridades angolanas devem respeitar os direitos dos manifestantes em Luanda durante a manifestação prevista para 22 de junho...
HomeÁFRICAEx-presidente do Gabão ainda se recusa a comer Ali Bongo continua na Greve...

Ex-presidente do Gabão ainda se recusa a comer Ali Bongo continua na Greve de fome

Há cerca de uma semana, através dos seus advogados, o ex-Presidente gabonês Ali Bongo e os seus filhos anunciaram que iniciavam uma greve de fome para protestar contra o “ sequestro  ” e “  atos de tortura ” de que seriam vítimas vários membros da sua família.

Vítimas de um golpe de Estado liderado pelo General Brice Oligui Nguema , em Agosto de 2023, Ali Bongo, Sylvia Bongo e os seus filhos Jalil e Bilal ficaram “  em prisão domiciliária , privados de meios de comunicação com o mundo exterior e também sujeitos a actos de tortura  ”, e sua esposa Sylvia Bongo e seu filho Noureddin estão ambos detidos.

O advogado da família Bongo, François Zimeray, explicou que os Bongos decidiram iniciar uma greve de fome ”  porque esta família está privada da sua liberdade há nove meses ,  a sua mãe e os seus irmãos foram presos e torturados, e eles próprios não gozam de qualquer dos direitos fundamentais que são reconhecidos a todos  .

Entretanto, o governo do Gabão disse estar “surpreso ao saber, através da imprensa, que o ex-presidente Ali Bongo Ondimba decidiu fazer greve de fome, embora esteja a ser tratado com dignidade”. Os médicos que o tratam  estão à sua disposição, a sua mãe e outros membros da sua família visitam-no regularmente.” 

Apesar desta saída do governo, de acordo com informações recolhidas junto de fontes próximas da família, o antigo presidente gabonês Ali Bongo e os seus filhos continuam a recusar-se a comer, exigindo ainda a sua libertação.