Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Mulher de 49 anos suspeita de queimar sobrinha

A Polícia Nacional em Luanda deteve, no Distrito da Camama, município de Talatona, uma mulher, de 49 anos, por supostamente ter queimado a sobrinha,...
HomeOPINIÃOSIC desmantela mais duas redes que se dedicavam ao furto de acessórios...

SIC desmantela mais duas redes que se dedicavam ao furto de acessórios de viaturas na centralidade do Kilamba e no Talatona

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) e a Polícia Nacional (PN) desmantelaram em circunstâncias diferentes, em Luanda, dois grupos que se dedicavam ao roubo de acessórios de viaturas, sobretudo no mercado dos Correios, Kilamba Kilaxi.

Fonte: SIC

Os grupos realizavam os roubos nas zonas do Morro Bento, centralidade do Kilamba e nos blocos da urbanização KK 5000, tendo sido detidos, nestes locais, sete indivíduos com idades compreendidas entre os 17 e os 24 anos.

Estes roubavam materiais como, placas, reservatórios, terminais, fichas, retrovisores alternadores, e outros artigos de viaturas que depois eram vendidos nos mercados informais, com destaque para o dos Correios, por ser o mais “famoso” em Luanda em venda de peças de carros.

A detenção da quadrilha ocorreu mediante denúncia feita pelos lesados, sobre o furto dos acessórios dos seus carros, no período da noite, quando os homens aproveitavam a pouca movimentação para os furtos.

Mas, nesta semana, o tiro saiu pela “culatra”, pois três assaltantes foram apanhados em flagrante delito pela polícia que estava em alerta.

Já no Morro Bento, Talatona, foram detidos quatro jovens depois de terem interpelado um homem que se encontrava em companhia de seus familiares no interior de uma viatura, que estava parada defronte à sua residência.

Sob ameaças de morte, ataram das vítimas, tendo subtraído de lá a placa electrónica da viatura, bem como os seus telemóveis e depois colocaram-se em fuga, mas acabaram sendo detidos horas depois pelo SIC, após uma participação.

O Novo jornal soube que este grupo já foi preso em outras circunstâncias, tendo passado pela prisão da comarca de Viana e pelo estabelecimento prisional de Calomboloca, de onde foram soltos recentemente.

Os setes jovens detidos estão a ser indiciados nos crimes de associação criminosa e roubo qualificado.

As autoridades garantem que diligências prosseguem para a localizar e deter os outros comparsas em fuga dos grupos.

Durante as duas operações foram apreendidas uma arma de fogo do tipo pistola com carregador, 55 placas electrónicas, 35 retrovisores de várias viaturas, cinco telemóveis de marcas diversas e dois relógios de marca roubados.