Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Presidente da República João Lourenço participa na Investidura de Azali Assoumani, Presidente da União das Comores

PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO DISCURSOU HOJE NA CERIMÓNIA DE INVESTIDURA O Presidente da República de Angola, João Lourenço, também Presidente em Exercício da Comunidade para o...
HomeNOTÍCIASSAÚDEDiretor da OMS preocupado com morte de trabalhadores humanitários na faixa de...

Diretor da OMS preocupado com morte de trabalhadores humanitários na faixa de Gaza – estou “horrorizado”, declarou

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou-se hoje, 03, “horrorizado” com a morte na Faixa de Gaza de sete colaboradores da organização humanitária World Central Kitchen (WCK) num ataque israelita contra veículos “claramente identificados”.  

Na sua conferência de imprensa semanal em Genebra, Ghebreyesus explicou que a WCK estava a colaborar com a OMS na distribuição de alimentos a médicos e hospitais no enclave palestiniano. Depois do ataque ocorrido na segunda-feira e da suspensão do trabalho da WCK na Faixa Gaza, que Tedros considerou compreensível, “muitas pessoas ficarão sem comida”, lamentou o diretor-geral da OMS.

“Presto homenagem aos nossos colegas pelo seu trabalho e por se colocarem em perigo para servir os outros”, declarou o responsável da organização internacional, acrescentando que este ataque “mostra o enorme risco que correm os trabalhadores da OMS e os seus colaboradores”.

Os corpos de seis colaboradores da WCK – três trabalhadores britânicos, um polaco, uma australiana e um americano-canadiano – chegaram esta quarta-feira ao Egito, de onde serão posteriormente repatriados para os seus países de origem.