Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Camarões: lésbica, Brenda Biya revela sua homossexualidade

Nos Camarões, o jornalista e denunciante Remy Ngono expõe a orientação sexual da filha do presidente camaronês Brenda Biya. Esta última seria lésbica segundo...
HomeOPINIÃOEscândalo sexual em grande escala na IMUT

Escândalo sexual em grande escala na IMUT

DENÚNCIA DOS FIÉIS  TRAZEM A LUANDA REPRESENTANTES DE KINSHASA E CONGO BRAZZAVILLE

Centenas de fiéis pertencentes mente à Igreja Mensagem do Último Tempo (IMUT), continuam a denunciar as peripécias de injustiças criminosas associadas a escândalo sexual em grande escala proporcionado por líder principal, Fernando Kamalandua cujas adolescentes virgens entre os 14 e 17 anos de idade e mulheres casadas, são as principais vítimas contra vontade. 

Cristian Dialikinu, Baku Samuna e Ipo Mpembele, líderes principais da IMUT no Congo Kinshasa e Brazzaville respectivamente, deslocaram – se  recentemente a Luanda, no âmbito de retiro pastoral e actualização sobe a missão da igreja na evangelização mas ,mostram m- se indignados pelos conflitos que abalam a comunidade da IMUT em Angola, assim como dos actos das constantes denúncias que pesa sobre Kamalandua  no abuso sexual contra crianças e mulhres cadasas.

De acordo com a fonte a que este serviço de informação teve acesso, Cristian, representante da IMUT na República Democrática do Congo (RDC),  inconformado  com  a realidade crítica em Luanda e no país no geral,  condena as atitudes cruéis de injustiças e apela ao pastor Kamalandua a pautar por um verdadeiro servidor de Deus e da doutrina do pensamento e fundador William branham .

Entende por seu turno que a Igreja tem o compromisso de unir e servir a Deus. Os princípios de William Branham devem traduzir – se na pacificação do espírito santo e de um povo livre.  Apela o Kamalandua  a optar por uma linhagem lícita, fiel e justo para o bem da congregação de Deus.

Para o pastor Baku, também um dos líderes da IMUT em Kinshasa,  os actos de denúncia contra a Igreja é um autêntico momento de profunda dor perante a Deus. Afirmou igualmente que o representante da IMUT em Luanda tem de ser um homem de consciência e de um compromisso que deve exercer  uma missão de Cristo e da Humanidade.  Disse ainda que as denúncias de actos de abusos sexuais contra si só afundam o bom nome da da Igreja.

Ipo Mpembele, do Congo Brazzaville,  visivelmente abalado e surpreso pelas acções de abusos sexuais forçadas contra a adolescentes e mulheres da  congregação, é intolerável e imoral mas espera que os encontros mantidos com o pastor Kamalandua  sirvam de  grandes mudanças que se prendem pelo devem começar no próprio homem de Deus.