Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Mulher de 49 anos suspeita de queimar sobrinha

A Polícia Nacional em Luanda deteve, no Distrito da Camama, município de Talatona, uma mulher, de 49 anos, por supostamente ter queimado a sobrinha,...
HomeNOTÍCIASLourenço quer levar relações luso-angolanas a um patamar mais alto - Primeiro-ministro...

Lourenço quer levar relações luso-angolanas a um patamar mais alto – Primeiro-ministro luso convidado a visitar Angola

O Presidente da República João Lourenço esteve esta sexta-feira, 26, reunido em Lisboa com o primeiro-ministro português, Luís Montenegro, tendo anunciado como objectivo para breve elevar as relações entre os dois países a um patamar “ainda mais elevado” apesar destas estarem “no seu melhor momento de sempre”.

NJ

O Chefe de Estado, após a reunião com o chefe do Governo português, e depois da sessão de trabalho das duas delegações, lideradas pelos chefes das respectivas diplomacias, anunciou, para breve, a realização da comissão mista interministerial, em Lisboa.

Por outro lado, João Lourenço disse, nas breves declarações feitas aos jornalistas na capital portuguesa, onde está no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, que Luís Montenegro deverá visitar Angola em breve, apontando como provável que seja já em Julho.

Fez questão de referir que os dois países vivem o melhor momento nas suas relações bilaterais, mas a “ambição natural” é conseguir que estas subam ainda para um patamar mais elevado.

Assim que Montenegro ganhou as eleições no passado dia 10 de Março, ainda não tinha sequer sido indigitado, e já ambos tinham falado ao telefone, tendo Lourenço felicitado o português nessa ocasião pela vitória eleitoral.

João Lourenço, tal como Luís Montenegro na sua declaração, igualmente curta, aproveitou para sublinhar que Lisboa e Luanda trabalham igualmente para gerar posições consensuais sobre questões de política internacional.

E, nesse caminho, o Presidente angolano revelou, como tem sido mutuamente assim há décadas, que Angola vai apoiar a candidatura de Portugal ao Conselho de Segurança das Nações Unidas para 2027/2028.