Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Presidente da República João Lourenço participa na Investidura de Azali Assoumani, Presidente da União das Comores

PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO DISCURSOU HOJE NA CERIMÓNIA DE INVESTIDURA O Presidente da República de Angola, João Lourenço, também Presidente em Exercício da Comunidade para o...
HomeECONOMIAGoverno angolano pede empréstimo de 156,8 milhões de euros para reabilitar 146...

Governo angolano pede empréstimo de 156,8 milhões de euros para reabilitar 146 km da EN 140/295, no Cuando Cubango

O Presidente da República autorizou um acordo de financiamento com a instituição financeira Alemã KFW IPEX-BANK, no valor global 156,8 milhões de euros, para garantir a reabilitação de 146 quilómetros da Estrada Nacional 140/295, na província do Cuando Cubango.

Oempréstimo é repartido em dois lotes, nomeadamente o correspondente ao financiamento de 95% do contrato comercial, acrescido de 100% do prémio de seguro da Agência de Crédito à Exportação Alemã, Euler Hermes Export Finance, no valor de 53,3 milhões de euros, e o correspondente ao financiamento de 95% do contrato comercial, acrescido de 100% do prémio de seguro da Agência de Crédito à Exportação Alemã, Euler Hermes Export Finance, no valor de 103,4 milhões.

Como o Novo Jornal avançou em Abril de 2022, o Presidente da República aprovou, nessa altura, a despesa e formalizou a abertura do procedimento de contratação simplificada (ajuste directo), pelo critério material, para a celebração de diversos contratos de empreitada de reabilitação de vários troços da Estrada Nacional 140/295, entre eles o respeitante ao troço Caiundo/Mbalatchau, na extensão de 50 km, que, segundo o despacho de 2022, custaria aos cofres do Estado 49,2 milhões de euros, a que se juntavam mais 92,6 milhões de kwanzas (213,1 mil euros) para os serviços de fiscalização.

A segunda empreitada será no troço Mbalatchau/Savate, na extensão de 96,794 km, e é no valor global de 95,6 milhões de euros, acrescidos de mais 1,7 mil milhões de kwanzas (4,1 milhões de euros) para fiscalização.

No despacho de 2022 estava ainda previsto reabilitar o troço Savate/Cuangar – Lote 1, incluindo o Ramal de Ligação a Catuitui, na extensão de 119,1 km, e o troço Mussende/Andulo, na extensão de 168 km.