Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Projeto Político Partido Liberal

Projeto Político Partido Liberal A Juventude Africana como Protagonista do Futuro do Continente. Em um dia como hoje, celebramos o Dia da África, uma data de...
HomeECONOMIAPresidente angolano quer análise sobre incapacidade do país em atrair turistas

Presidente angolano quer análise sobre incapacidade do país em atrair turistas

João Lourenço conferiu hoje posse a Márcio Daniel, o novo titular da pasta do Turismo, departamento ministerial que fica agora separado do Ministério da Cultura.

O Presidente angolano pediu hoje ao novo ministro do Turismo um diagnóstico para apurar por que razão o país não conseguiu ainda “verdadeiramente atrair turistas”, apesar de “todas as condições que Angola tem” .

João Lourenço conferiu hoje posse a Márcio Daniel, o novo titular da pasta do Turismo, departamento ministerial que fica agora separado do Ministério da Cultura.

“O fator guerra está ultrapassado, já lá vão 22 anos, isentamos os vistos aos cidadãos de mais de 90 países, melhorámos o ambiente de negócios, no geral, e mesmo assim o que constatamos na realidade é que não sentimos a mudança necessária no que diz respeito à procura do nosso país como o novo destino turístico”, disse o Presidente angolano.

Segundo João Lourenço, é preciso um trabalho conjunto para uma viragem significativa no quadro do turismo de Angola.

O chefe de Estado angolano sublinhou ainda a importância do turismo para a economia nacional, no quadro do esforço que tem vindo a ser feito para a diversificação económica, de encontrar outras fontes de receitas, sobretudo de divisas, e impulsionar a economia não petrolífera.

“O turismo é um bom embaixador dos países que têm o turismo desenvolvido, porque leva o nome desse país aos quatro cantos do mundo, mas é um dos setores que cria bastante emprego”, disse João Lourenço, realçando que o Governo está a lutar contra o desemprego, sobretudo os jovens, e “o turismo é um daqueles setores que pode contribuir de forma considerável para baixar os índices de desemprego, que o país, infelizmente, ainda vive”.

Nesta cerimónia, tomou também posse o ministro da Cultura, Filipe Zau, o secretário de Estado do Turismo, Helder Marcelino, e a secretária de Estado da Cultura, Maria da Piedade de Jesus.