Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Camarões: lésbica, Brenda Biya revela sua homossexualidade

Nos Camarões, o jornalista e denunciante Remy Ngono expõe a orientação sexual da filha do presidente camaronês Brenda Biya. Esta última seria lésbica segundo...
HomeNOTÍCIASSOCIEDADEAngola: Mias de 100 mil trabalhadores podem ficar sem pensões segundo-Segurança Social

Angola: Mias de 100 mil trabalhadores podem ficar sem pensões segundo-Segurança Social

O Instituto Nacional de Segurança Social (INSS). Fez saber está quinta-feira que 106 mil trabalhadores na província angolana do Huambo, correm o risco de ficar sem suas pensões, caso as empresas onde trabalham não regularizarem dívidas.

Segundo o chefe dos Serviços Provinciais do INSS naquela província do Centro Sul de Angola (Huambo), Afonso Chiwale atualmente mais de 1.640 empresas, na província devem mais de 700 milhões de Kwanzas. Estas empresas foram notificadas mais apenas 308 reagiram positivamente.

De acordo com o responsável, algumas fizeram o pagamento e outras solicitaram um acordo que permita pagar de forma parcelar a dívida.

Para Afonso Chiwale caso o INSS não regatar estes valores, os trabalhadores não terão acesso aos benefícios da reforma das variadas vertentes, como a bono de velhice, pensão antecipada e pensão de reforma extraordinário.

A maior parte das empresas devedoras exercem actividaddes na hotelaria, comércio, construção civil, madeireiras, mineiras, entre outros.