Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Camarões: lésbica, Brenda Biya revela sua homossexualidade

Nos Camarões, o jornalista e denunciante Remy Ngono expõe a orientação sexual da filha do presidente camaronês Brenda Biya. Esta última seria lésbica segundo...
HomeMUNDOAntigo vice-presidente do China Development Bank investigado por corrupção

Antigo vice-presidente do China Development Bank investigado por corrupção

Li Jiping, antigo vice-presidente do China Development Bank, é “suspeito de graves violações da disciplina e da lei”, disse a televisão estatal chinesa CCTV, utilizando um eufemismo usado no país em casos de corrupção.

Um antigo vice-presidente do China Development Bank, um dos principais bancos de fomento da China, está a ser investigado por suspeitas de corrupção, no âmbito da campanha anticorrupção lançada pelo líder chinês Xi Jinping.

Li Jiping, antigo vice-presidente do China Development Bank, é “suspeito de graves violações da disciplina e da lei”, disse a televisão estatal chinesa CCTV, utilizando um eufemismo usado no país em casos de corrupção.

Após ascender ao poder, em 2012, o Presidente chinês, Xi Jinping, lançou uma ampla campanha contra a corrupção entre os funcionários públicos e os gestores de empresas estatais.

Os apoiantes da campanha dizem que serviu para limpar o governo e o Partido Comunista Chinês, mas críticos argumentam que também permitiu a Xi afastar rivais políticos.

O setor financeiro e bancário tem sido um dos principais alvos recentes da campanha.

Em fevereiro, o antigo presidente do banco China Merchants Bank, Tian Huiyu, foi condenado a pena de morte suspensa, depois de ter sido considerado culpado de “aceitar subornos”.

Em dezembro, um tribunal de Pequim condenou He Xingxiang, outro antigo vice-presidente do China Development Bank, a 20 anos de prisão por “aceitar subornos, emitir instrumentos financeiros ilegalmente, conceder empréstimos ilegalmente e ocultar depósitos no estrangeiro”.

Outro antigo vice-presidente do mesmo banco, Zhou Qingyu, foi detido em dezembro, também por suspeita de aceitar subornos.

Em janeiro, Tang Shuangning, antigo diretor do gigante bancário estatal Everbright Group, foi detido por suspeita de corrupção e suborno.