Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Amnistia Internacional exige respeito ao direito de protestos em Luanda

A Amnistia Internacional lembra que as autoridades angolanas devem respeitar os direitos dos manifestantes em Luanda durante a manifestação prevista para 22 de junho...
HomeÁFRICAGUINÉ-BISSAU: Líder do PRS,  "Fernando Dias" pode ser detido por desacatos

GUINÉ-BISSAU: Líder do PRS,  “Fernando Dias” pode ser detido por desacatos

A polícia guineense lançou hoje granadas de gás lacrimogéneo para dispersar militantes do Partido da Renovação Social. Fontes declararam que o líder do PRS, Fernando Dias, poderá ser detido por alegadamente ter desobedecido a polícia.

Fernando Dias, líder do PRS, furou um cordão policial e entrou dentro da sede do partido.

Até ao momento em que difundimos esta notícia, o ambiente era de incerteza junto à residência de Fernando Dias. A polícia cercou a casa do líder do PRS. Há informações de que poderá ser detido a qualquer momento.

De acordo com fontes, Fernando Dias, vários dirigentes do partido e familiares se encontram nesta residência.

A Polícia lançou granadas de gás lacrimogéneo para dispersar os militantes do PRS que se aglomeraram diante da residência de Fernando Dias, momentos depois de este ter furado um cordão policial para entrar na sede do partido, situada a escassos metros da sua residência.

A Polícia foi chamada à sede do PRS, no bairro de Kundock, arredores de Bissau, na tentativa de impedir que a direção de Fernando Dias realizasse uma reunião da Comissão Política. O grupo de Fernando Dias passou pelo cordão policial, entrou na sede e realizou a reunião.

Momentos depois, Dias, sempre acompanhado por militantes que gritavam viva PRS e abaixo ditadura, voltou para a sua residência. Foi daí que a polícia começou a lançar granadas de gás lacrimogéneo para dispersar as pessoas.

Fonte do Ministério do Interior explicou que a polícia está a actuar para fazer respeitar uma ordem judicial que impedia a realização de qualquer reunião pela direção liderada por Fernando Dias.