Become a member

Get the best offers and updates relating to Liberty Case News.

― Advertisement ―

spot_img

Presidente da República João Lourenço participa na Investidura de Azali Assoumani, Presidente da União das Comores

PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO DISCURSOU HOJE NA CERIMÓNIA DE INVESTIDURA O Presidente da República de Angola, João Lourenço, também Presidente em Exercício da Comunidade para o...
HomeNOTÍCIASSOCIEDADEHuíla: Falta de professores deixa mais de 100 mil crianças fora do...

Huíla: Falta de professores deixa mais de 100 mil crianças fora do sistema normal de ensino no Lubango

Um total de 150 mil crianças em idade escolar se encontra fora do sistema normal de ensino, nas cinco que compõem o município do Lubango, capital da província da Huíla, por falta de professores.

A informação foi avançada recentemente por director municipal da educação no Lubango, Mulieipo Cassionao, tendo acrescentando que a falta de professores, sobre tudo em ensino primário, é a principal razão que faz com que mais de uma centena de crianças em idade escolar fique sem estudar.

De acordo com o responsável na capital huilana, no Lubango, existem mais de 7 mil professores, número que ainda não é suficiente para atender a demanda, tendo em conta a densidade populacional.

Apesar de já ter sido realizado um concurso de admissão pelo Ministério da Educação, Mulieipo Cassiano informou que no município do Lubango o número continua alto, pois, este município foi agraciado com apenas 31 professores, maioritariamente no I Ciclo do ensino Secundário.

“Temos muitos professores que entram para a reforma, outros apresentam o estado de saúde debilitado. Nós estamos a precisar, no mínimo, de 600 professores para satisfazer a necessidade do sector da educação”, disse.